A importância do uso de Metáforas e Parábolas na nossa comunicação

Porque usar metáforas e parábolas em uma comunicação?

O princípio básico da comunicação é que o emissor (quem vai se comunicar) envie o sua mensagem (o objeto da comunicação) de forma clara para o receptor (quem irá receber a informação). E este a receba sem ruídos ou com perda de informação. Ou seja, quem se propor a falar tem de ser claro, informativo e didático para que quem for ouvir receba a mensagem de forma que entenda a mesma em sua plenitude.

 

Parece fácil?

Mas não é! O maior problema do ser humano é se comunicar, pois boa parte das confusões e perda de desempenho é porque as partes envolvidas no processo de comunicação (emissor e receptor) não se alinham de forma sinérgica, ou seja, não se entendem por completo.

Certa vez, em um treinamento corporativo, ouvi do trainer que ensinar algo para alguém não significa que quem está por aprender, aprende. Ficou confuso? Simplifico! O que ele quer dizer é que nem sempre o conteúdo disponibilizado é aderente ao ouvido de quem está por receber essa informação. Ou seja, a linguagem, os exemplos e a dinâmica não está atrativo e didático para quem precisa aprender.

Por isso a principal dificuldade de profissional de treinamento é se comunicar. Pois buscar conhecimento do que irá ensinar, muitas vezes, é mais fácil do que repassar isso para outras pessoas. Nas empresas, existem profissionais excelentes executores e autoridades nos seus ramos. Mas que não sabem multiplicar e compartilhar esse conhecimento para crescimento de outros. Com isso a empresa acaba gerando uma dependência e prejudicando o crescimento da mesma.

Isso ocorre também nas relações comerciais, pois se quem está disposto a vender não souber apresentar o produto de forma clara e atraente para o cliente, onde o mesmo consiga entender e se interessar pela compra, a chance de perder a venda é enorme.

Portanto, para ajudar na comunicação entre pessoas, fiz essa matéria para mostrar algumas ferramentas bastante poderosas, sendo elas:

 

O que são Metáforas?

Metáfora é uma figura de linguagem onde se usa uma palavra ou uma expressão em um sentido que não é muito comum, revelando uma relação de semelhança entre dois termos.

Do latim, Metáfora significa algo (meta) sem sentido (phora) e é traduzida como transposição. No caso, transposição de sentido. Ela é uma das figuras de linguagem de comparação subjetiva, qual preza pela aproximação de duas coisas (ou seres). Isso a partir de uma característica semelhante entre elas. Por exemplo:

“O meu amigo é um um touro, levou o móvel pesado sozinho”

Obviamente que ele não é um touro e muito menos se parece fisicamente com o animal, mas a comparação esta para lhe mostrar que: tamanha é a força do amigo, que faz lembrar um touro. Neste exemplo usamos seres, sendo um animal e um humano. Mas podemos utilizar comparação entre seres, animais, plantas, humanos e coisas, como neste outro exemplo:

“Ele é forte como uma rocha”

Neste caso, colocamos ser humano comparado com uma coisa (a rocha).

 

Porque usar Metáforas?

A metáfora tem uma carga poética muito grande, uma vez que ela aumenta os possíveis significados das palavras e da informação que está passando. Facilitando de forma mais simples o entendimento das pessoas que recebem esta informação.

Sem contar que, sem perceber, falamos metáforas diariamente, como por exemplo, quando estamos sendo teimosos, dizemos ao próximo que “estamos dando murro em ponta de faca” ou, quando estamos cansados e sobrecarregados, dizemos que “carregamos o mundo em nossos ombros”.

 

O que são Parábolas?

Uma parábola é uma história contada para explicar uma verdade complexa. Ou seja, é uma pequena narrativa que usa alegorias para transmitir uma lição moral. Uma parábola não narra coisas que realmente aconteceram, e sim histórias inventadas mas que revelam verdades profundas ou passam mensagens para serem refletidas. Essas histórias pretendem trazer algum ensinamento de vida, pois possuem simbolismo, onde cada elemento da história tem um significado específico.

O uso comum de parábola é na religiosidade. Pois isso vem desde Jesus Cristo, que pregava utilizando essas histórias para melhor ensinar. E esse uso hoje é mantido por quase todas as religiões.

No mundo corporativo é muito utilizado em treinamentos, pois facilita o entendimento de quem está buscando aprimorar e aprender de forma mais rápida, motivar, diminuir ruídos e elevar sempre as reflexões.

E aí, ajudou? Ainda ficaram dúvidas? Assista o vídeo abaixo e entenda mais, caso ainda tenha dúvidas, não se acanhe e entre em contato!

Comentários

Comentários