Escolha uma Página

Atualmente, a necessidade de gestões de logística diferenciadas cresce a cada dia, seja para estoque, armazenamento ou transporte. Nesse contexto, surgiu o cross docking.

A princípio, esse sistema foi muito utilizado pelo comércio virtual, que, em geral, não possui uma infraestrutura física muito extensa. Hoje em dia, entretanto, essa técnica é muito utilizada por empresas físicas também, uma vez que facilita bastante o transporte e envio rápido de mercadorias.

Mas, afinal, o que é o cross docking? Nesse post, nós iremos explicar esse conceito que é tão importante para o mundo das vendas, assim como quais benefícios ele pode trazer para o seu negócio.

O que é?  

 

Literalmente, “cross docking” significa “cruzando docas”, nome dado por conta do sistema de desembarque de produtos nos galpões das docas, onde os produtos são transportados por meio de esteiras até veículos específicos para cada cidade de entrega.

Dessa forma, esse sistema de distribuição consiste em despachar os produtos de um cliente até um centro de distribuição – ou um armazém.

Assim, após o produto chegar até o centro de distribuição, ele é imediatamente enviado para o consumidor final, o que faz com que esse processo de envio seja bastante rápido e ágil. 

Principais aspectos

9

Estoque

O primeiro aspecto sobre o cross docking que precisa ser compreendido é que não existe estoque nesse sistema.

Uma vez que os produtos são recebidos, é necessário que eles sejam imediatamente despachados para os veículos de distribuição.

Se isso não ocorrer, eles podem ser mantidos em uma área de picking (separação de pedidos), por um curto período de tempo.

9

Permanência

O segundo aspecto é que o tempo de permanência do produto no local onde ocorre o cross docking deve ser o menor possível.

Ou seja, em geral, o produto não pode ficar no mesmo lugar por mais 24 horas ou, em alguns casos, 3 dias, no máximo, período em que é cobrada uma taxa de estocagem.

9

Agilidade

O terceiro, e último, aspecto é que o cross docking deve funcionar em um sistema extremamente ágil.

Portanto, é necessário um sistema eficaz para organizar as trocas de informação e mercadoria. Por isso, é importante que todas as partes que integram o cross docking sejam considerados no sistema.

Como funciona?

Para que se tenha sucesso no sistema cross docking, os rígidos prazos precisam ser cumpridos, e, além disso, os processos operacionais devem ser previamente planejados. Além disso, é necessário que as ações planejadas funcionem em sincronia. Portanto, é preciso que os seguintes fatores sejam considerados:

  • Investir em um software de gestão de transportes (TMS), que seja adequado ao cross docking

  • Planejar o sistema logístico

  • Ter um time de colaboradores qualificado

  • Ter uma ótima comunicação interna e externa

  • Fazer um excelente atendimento ao cliente

  • Negociar com os fornecedores e parceiros de entregas

É preciso que o alinhamento das ferramentas profissionais e os processos de trabalho sejam alinhados perfeitamente para que esse mecanismo possa ser posto em prática. Não apenas isso, mas também é necessário que todos os envolvidos consigam manter o sistema em perfeita sincronia para que cada etapa do cross docking possa funcionar corretamente.

Tipos comuns

São três os tipos mais comuns de cross docking:

9

Movimentação contínua

Os produtos são recebidos pelo fornecedor e enviados o mais rápido possível para todos os destinatários. É a maneira tradicional de cross docking, que busca evitar o acúmulo de itens em estoque.

9

Movimentação consolidada ou híbrida

Os itens são recebidos e separados. Parte deles é enviada ao cliente final, enquanto a outra parte ér direcionada ao estoque para que possa se juntar a outras mercadorias que completam o pedido do cliente.

Ocorre quando as mercadorias não chegam todas ao mesmo tempo, então espera-se para fazer uma remessa única ao destinatário final.

9

Movimento de distribuição

Muito utilizado pelo modelo B2B (business-to-business), ou seja, entre empresas. Ocorre quando os pedidos de um único cliente possuem volume suficiente para preencher um veículo inteiro – são as chamadas cargas FLT (full truck load)

Vantagens e benefícios

9

Reduz custos de estoque

Quando o estoque é eliminado, os custos caem consideravelmente.

O máximo que sua empresa pode precisar é de uma área de separação dos produtos (área de picking), que não se assemelha ao estoque em si.

Portanto, o que é importante no cross docking é possuir um espaço em que se possa receber as mercadorias.

9

Maior agilidade

Todo o propósito do cross docking é a agilidade.

Sendo um sistema que não possui estoque, o envio das mercadorias para o consumidor final é muito rápido.

9

Maior controle de entrega

Uma vez que o processo do cross docking é focado exclusivamente na agilidade de entrega dos produtos, a sua empresa pode calcular com uma precisão maior o tempo de entrega para os clientes.

9

Maior satisfação dos clientes

Com o sistema cross docking, seus clientes ficarão mais satisfeitos com o serviço da sua empresa, uma vez que ele é baseado na agilidade das entregas.

Dessa forma, você pode garantir que eles comprem mais vezes na sua empresa.

9

Abaixa a necessidade de capital de giro

No sistema do cross docking, em junção dos preceitos do Just in Time, você só precisa adquirir as mercadoras quando o cliente as comprar, o que reduz a necessidade de capital de giro.

Ou seja, não há necessidade de adquirir os produtos para vender depois.

Consequentemente, você poderá utilizar esse capital, que anteriormente seria utilizado para comprar supérfluas, em outras necessidades da empresa.

9

Reduz o lead time

 Lead time nada mais é do que o tempo que se passa entre a confirmação de pagamento até o momento em que o produto chega no consumidor final. Com o cross docking, esse tempo diminui muito.

9

Menos furtos

Um problema bastante comum com produtos que ficam em estoque é que eles podem ser roubados ou desviados de alguma forma, o que causa prejuízos para as empresas.

Graças ao sistema baseado em agilidade de envio do cross docking, as chances de furtos dos seus produtos são bem menores.

Essas são só algumas das vantagens de se utilizar o sistema cross docking. Esse é realmente um sistema muito vantajoso, uma vez que leva mais agilidade e economia de fundos para a sua empresa.

Agora você já sabe o que exatamente é o cross docking, e pode pensar em empregá-lo no futuro.

E aí, o que achou do sistema? Confira também o nosso Facebook e Instagram!

Você também pode gostar do nosso post sobre as diferenças entre inbound e outbound marketing e também sobre neuromarketing.

Comentários

Comentários