Hoje iremos atender um pedido do Claudio do Rio de Janeiro. Ele me enviou um e-mail pedindo ajuda com a divulgação em redes sociais de uma loja de roupas femininas que ele tem com sua esposa. Sua principal dúvida é: entre Facebook e Instagram qual seria a melhor rede social para se divulgar?

Começo dizendo que as redes sociais são ótimos veículos de divulgação, seja Facebook, Instagram, Twitter, Google+, Linkedin e outras. Sabe por quê? Simples, porque todo mundo está lá.

No marketing o melhor lugar para se investir e divulgar sua marca é aquele onde a maioria das pessoas está ou participa. Ou seja, onde tiver mais pessoas com potencial de comprar seus produtos mais chances têm de vender para elas. Como dizia o velho ditado “quem não é visto não é lembrado”.

Antes de escolher se deve investir em uma ou outra plataforma de rede social, responda uma pergunta:

Onde seus clientes estão?

Instagram

Facebook

Nas duas redes sociais

Se a sua resposta foi sim para o Facebook, irá precisar criar uma fanpage (página) no Facebook para seu negócio. Já se por acaso acreditar que seu público está somente no Instagram você precisará ter uma conta nele. Óbvio que se a terceira opção for a escolhida deverá investir nas duas redes sociais.

 

Divulgação via Impulsionamento

Caso queira levar sua divulgação para o nível mais avançado onde investirá dinheiro para impulsionar postagens e anúncios patrocinados. Precisará ter uma fanpage no Facebook independente se apenas foca no Instagram. Pois as duas redes sociais são da mesma empresa, o Facebook. Por isso a ferramenta de divulgação via cobrança até o momento é feita apenas pelo Facebook e estendido ao Instagram. Ou seja, se reparar o Facebook está como centro de todas as ações.

 

Engajamento

Atualmente o Instagram demonstra ou aparenta ter o melhor índice de engajamento, mas é por conta de alguns fatores como:

  • O menor o número de usuários perante ao Facebook. Desta forma os seguidores veem mais feeds de usuários e menos propaganda;
  • Por ser uma rede mais nova. Por isso atrai grupos de pessoas que gostam de usar ferramentas mais atuais ou conhecer novas tendências. É o público que costumam usar a plataforma com mais frequência para atrair mais pessoas (como ocorrera com o Facebook no passado);
  • As formas de interação (curtir e comentar) são mais simples que as do Facebook. Sendo apenas curtir (de forma muito simples) ou comentar (sem diretas abaixo), não existe compartilhar (direto ou escrevendo, em grupos ou páginas) conteúdo, se quiser fazer isso terá de utilizar um app diferente que faz repost, o que não é simples e usual.
  • O volume de curtidas é maior porque é uma rede social mais visual, padronizada e com menos informações (já o Facebook parece um carnaval de cores e formatos). Sendo basicamente um feed com fotos, onde o usuário vai rolando pela tela e curtindo as imagens do seu interesse. Sem contar que as curtidas não ficam escancaradas, são bem mais discretas e privadas. Isso torna mais atraente, pois as pessoas engajam com aquilo que sentem mais à vontade.

 

Vamos aos exemplos

Para explicar melhor essa diferença fiz dois exemplos abaixo.

=

Primeiro Exemplo

Digamos que uma pessoa chamada Pedro tem em torno de 1 mil amigos vinculados a sua conta no Facebook. Fora isso ele participa em mais 20 grupos de discussão ativos (com bastante postagens), adicione mais 50 fanpages que ele curte, sem esquecer dos 20 aplicativos interativos (jogos) que ele está vinculado. Somando tudo chegamos a 1090 vínculos a sua conta. Vamos imaginar que cada um destes vínculos faça pelo menos uma postagem por dia. Mas não podemos deixar de somar os anúncios que o Facebook adiciona a cada 10 posts.

=

Segundo Exemplo

O mesmo Pedro segue no Instagram apenas parte dos amigos e empresas que tem vínculo no Facebook. Pois nem todos estão nas duas ferramentas. Vamos supor que o número total de usuários que acompanha seja em torno de 500. Analisando esse cenário imagine que cada um destes usuários poste em média uma imagem ou vídeo (curto) por dia, isso totalizaria umas 500 postagens diárias.

Analisando os exemplos

Pensando no primeiro exemplo, você acredita que o Pedro consegue ver ou interagir com tudo isso? A Resposta somente seria sim se ele não trabalhar (ou trabalhar analisando redes sociais) ou ter um grande período de tempo livre e gostar de ver tudo todos os dias. Agora analisando no segundo exemplo seria mais provável que o Pedro veja e interaja mais no Instagram que no Facebook por conta do volume? Sim, mesmo que não por completo, mas pelo menos em percentual de abrangência seria maior. Pois se ele interage com 100 pessoas no volume dele no Facebook, isso representaria menos de 10% do volume de sua timeline. Já se ele fizer o mesmo volume no Instagram ele alcançará 20% do feed, por isso a impressão de que o Instagram dá mais engajamento.

Outra coisa, é que depende muito do seu grupo social ou perfil das pessoas que se relaciona. Pois o Instagram é mais visual e de auto divulgação, sendo utilizado para mostrar seu físico, seus gostos alimentares, locais de lazer ou imagens que representam o momentos que o usuário está passando. Portanto não espere encontrar filósofos escrevendo textos e artigos enormes para passar ensinamento, isso não vai ser comum nesta rede social.

Mesmo assim você pode achar que os números do Instagram são melhores, e que para você isso quer dizer que de forma geral o Instagram é melhor que o Facebook para se investir? Minha visão é não. Pois penso que a melhor rede social para divulgação é sempre aquela onde seu público está, seja uma, duas ou todas as redes sociais.

 

Número de curtidas representa boas vendas?

Nem sempre um bom número de curtidas representa bons resultados comerciais, pois nem sempre diz muita coisa referente ao volume de vendas, pois se o produto não for acessível ou não estiver sendo oferecido pro público certo, não terá grandes chances dessas pessoas se tornarem clientes.

 

Resumo

Se analisarmos as duas redes sociais veremos que são totalmente ligadas (até por serem do mesmo dono) e uma complementa a outra, portanto recomendo que invista nas duas. Porem com conteúdo diferentes. Pois seus clientes poderão estar nas duas e se por acaso repetir conteúdos não gerará interesse neles de acessa-las.

Outra dica é que uma vez que decidir investir em marketing digital por redes sociais será um caminho sem volta. Porque não poderá de deixar ser atuante e regular. Senão seu trabalho, empresa e produtos entrará em descrédito com os seus clientes. Por isso antes de tomar essa decisão faça um planejamento para:

  • Onde quer chegar? – Qual seu objetivo com a divulgação (vendas ou apenas exposição).
  • Como quer chegar? – Como serão as mensagens e estratégicas que irá utilizar.
  • E qual a forma de fazer? – Se você irá se responsabilizar em fazer as postagens e o acompanhamento ou irá delegar a um profissional ou até mesmo contratar uma empresa especializada para fazer isso, em ambos os casos deverá levar em conta se terá capacidade de tempo e habilidade para chegar nos objetivos com a estratégia que planejou.

Espero que tenha entendido as diferenças e as vantagens das duas redes sociais, caso ainda ficaram dúvidas veja o vídeo abaixo para tentar esclarecer melhor, mas se ainda houver deixe uma mensagem abaixo que iremos lhe responder.

Comentários

Comentários